Menu
 
 
Sonhos!

PRIMEIRO SONHO

 

O motivo que me levou a procurar um caminho para não sentar no “formigueiro” do Pateta, foi DEUS. Eu moro num sobrado que construímos. Embaixo tem um salão onde trabalhamos e moramos na parte de cima.

 

Quando estávamos construindo esse sobrado e ainda estava somente na primeira laje, lembro-me que ficava ali em cima trabalhando e via em frente, do outro lado da rua, uma casa sem acabamento, sem muro e sem... rumo.  Ali, morava uma senhora com seus três filhos e todos sabíamos que era um ponto de drogas. Dois rapazes e uma moça bem bonitos e aparentemente bem apresentáveis.

Constantemente, apareciam ali vários jovens e eu ficava pensando em suas vidas, em suas famílias e em seus futuros.

 

À noite, quando ia dormir eu rezava a Deus e pedia sempre a Nossa Senhora que intercedesse junto a seu filho Jesus por aqueles jovens e também para que Deus enviasse uma luz para iluminar a cada um para que aprendesse um caminho que o ajudasse a enxergar que essa era uma estrada que não precisava trilhar.

 

Nessa época, mais precisamente, em 16 janeiro 1992, eu escrevi uma carta ao então Presidente da República Fernando Collor de Melo(carta sem resposta), que dizia assim:

Tomei a liberdade de escrever a Vossa Excelência porque um dia desses sonhei que estava vendo um programa de televisão em que faziam brincadeiras com a sua pessoa e de sua Excelentíssima esposa.

 

De repente estávamos conversando e Vossa Excelência me pedia para dizer alguma coisa que achasse importante.


E eu disse: Senhor Presidente uma das coisas que considero mais importante na vida das pessoas é a formação que elas possam ter.

 

Sabemos que a sociedade é um corpo formado por uma infinidade de células que são as famílias.  Assim como nosso corpo sofre com qualquer espetada de alfinete que tomamos n’um dedo, a sociedade sofre com cada família que tem qualquer problema, p.ex.: 

 

- família desunida;

- drogas (droga, alcoolismo, fumo, etc...);

- sexo sem amor (filhos sem a convivência dos pais, abortos, menores abandonados, separação de casais);

- falta de Deus.

 

Quanto às drogas o que a maioria da população tem conhecimento são os males e as consequências que elas trazem e o trabalho da polícia para evitar e combater o tráfico.

 

Precisamos criar um sistema para educar e esclarecer aos jovens, mostrando-lhes o que é a droga e os males que trazem à saúde, à família e à sociedade. Sem conhecimento disso ficam expostos à ação dos traficantes. E depois de viciados fica bem mais difícil o caminho para sair das drogas.

 

Poderia ser criada uma matéria no “Currículo Escolar” para ensinar sobre o assunto.

Acredito que a participação dos jovens na discussão desses problemas iria ajudá-los muito e assim evitar que muitos entrassem nessa vida de drogados. Poderiam ser promovidos debates em salas de aula, apresentado estatísticas de casos ocorridos, inclusive o problema da AIDS relacionado com as drogas. Os próprios alunos poderiam buscar essas informações através de pesquisas. A polícia poderia ser preparada para ajudar nesse trabalho, talvez fosse um caminho para tornar o “POLICIAL” um amigo da população. E um fator inibidor do tráfico nas escolas.

 

Os jovens, e não somente eles, os adultos também, precisam de orientação, coisa que bem poucos encontram em casa, na escola e no mundo.

 

Com o tempo, eu aprendi que nós podemos ser uma lâmpada,  onde DEUS poderá iluminar muitos ambientes. A nossa família, o nosso trabalho, a nossa escola, a nossa turma. Enfim, a nossa vida poderá ser toda iluminada, se permitirmos DEUS atuar através de nós.

 

Adair Medeiros

 

OFÍCIO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Em junho de 1995, recebemos um Ofício s/nº assinado pelo senhor João Cardoso Palma Filho, Diretor do DPE com o seguinte teor:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL

DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS

COORDENAÇÃO DE ORGANIZAÇÃO E DESENVOLVI-MENTO DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL - OF. Nº

Do: Diretor do Departamento de Políticas Educacionais

Ao: Sr. Adair Medeiros dos Santos

Prezado Senhor


Em atenção a sua correspondência endereçada ao Excelentíssimo Senhor Presidente da República, encaminhada a este Ministério pelo ofício nº 048/GP/SDH, do Gabinete Pessoal do Presidente e protocolada nesta Pasta com o nº 23999 002708/95-68, através da qual V.Sa. se reporta a necessidade de sensibilizar as autoridades sobre o flagelo das drogas, e da importância do tema nos currículos escolares como forma de melhor orientar e evitar que milhares de crianças e jovens se percam nesse caminho sem volta do submundo das drogas/traficantes, bem como de fortalecer a família, incumbiu-me o Sr. Ministro Paulo Renato de informar e esclarecer que:

a)

b)

c) A Portaria nº 678, de 14/05/91, do Ministério da Educação, considerando que a educação deve ensejar a formação da cidadania de um povo, preconiza que os processos educativos devem proporcionar condições ao homem de instrumentalizar-se com conhecimentos científicos, culturais, artísticos e filosóficos, representados no currículo pelas diferentes disciplinas, que vão prepará-lo para a vida na família, na sociedade e no trabalho, e que a educação escolar deve contemplar os temas emergentes que inquietam, interessam e preocupam a sociedade. Para tanto, determina que os currículos devem se adequar às exigências sociais de modo a preparar os estudantes para agir no meio em que vivem, e, consequentemente, enfrentar com melhores condições o futuro que os aguarda.  Os sistemas de ensino em todas as instâncias, níveis e modalidades devem contemplar, nos seus respectivos currículos, entre outros, os seguintes temas/conteúdos referentes à:

- prevenção do uso indevido de substâncias psicoativas;

- educação ambiental;

- educação no trânsito;

- educação do consumidor;

- prevenção das DST/AIDS;

- prevenção de acidentes do trabalho;

- defesa civil;

- relação contribuinte/Estado; e

- educação e saúde.


Diante do exposto, o pleito de V. Sa. já se encontra contemplado, o que nos anima é saber que na implementação das ações previstas os grupos organizados da sociedade se farão presentes, o que sem sombra de dúvida garantirá o seu êxito.


Na oportunidade, parabenizo V. Sa. pelo trabalho que vem realizando e a todos quantos subscritaram a moção ao Presidente Fernando Henrique Cardoso, em prol da inclusão da temática “drogas” no currículo escolar.


Ao ensejo, apresento a V.Sa. meus protestos de estima e consideração.


Atenciosamente,

João Cardoso Palma Filho (Diretor/DPE)



SEGUNDO SONHO

Em 16/07/97, eu escrevi uma carta para a Tia Maria:

 

Na carta, eu disse:

 

“Sonhei com o Tio Terto". Estava eu, ele e a Maria Júlia. E o Tio Terto pedia para eu entregar n’uma casa um saquinho cheio de pedras preciosas.  Era uma casa que não definia direito de quem era”. Assim que acordei e lembrei do sonho, eu relacionei o sonho com um terço que eu elaborei com o seguinte título:

 

“O CAMINHO DA FELICIDADE E DA PAZ”, o TERÇO DA FAMÍLIA. Estou juntando uma cópia e enviando a vocês. Tia, um abraço de todos nós daqui e lembranças a todos daí(16/07/97).

 

Obs1: Tirei uma xerox e guardei;

Obs2: Não sei porque, ou melhor não sabia o porquê?

Obs3: Achei essa cópia depois de 11 anos, em 2008. No dia 27/09/2008, planejamos que eu iria de São José do Rio Preto até São Paulo para realizarmos esse sonho, rezando o Terço todos juntos com a família e amigos do Tio Terto e Tia Maria.

 

 

OS SONHOS QUE ESTÃO SE REALIZANDO

 

Você acredita em Deus?

 

Muitas vezes, nós ouvimos que Deus tem um plano para cada um de nós, mas não enxergamos esse plano, ou então nós não damos atenção ao nosso plano.

 

Cada dia que passa, eu me convenço mais que Deus  está me conduzindo. Tem uma passagem no Evangelho que Jesus diz a Tomé: “Mais feliz aquele que acredita sem ter visto”.


Hoje, 27/09/2008, estamos realizando esse sonho rezando esse Terço todos juntos.

 

Passaram-se 11 anos(de 97 a 2008) “O TEMPO PARA DEUS É DIFERENTE DO TEMPO PARA NÓS”. Esse terço vem sendo aperfeiçoado com o passar do tempo.

 

1º - datilografei e fizemos várias cópias;

 

2º - Em 2003, publicamos um livrinho( 1.000 cópias) com o título “O TESOURO ESCONDIDO”;

 

3º - Misteriosamente, comecei a fazer umas letras de músicas e tivemos a idéia de usar as músicas no terço;

 

4º - Um dia veio a idéia de gravar o terço em CD com as músicas;

 

5º - Deus providenciou tudo para que conseguíssemos gravar o terço, ou seja, Ele colocou as pessoas certas no lugar certo;

 

6º - O terço virou “O QUARTO DO ROSÁRIO DA FAMÍLIA”;

 

7º - Quero dizer a vocês que no sonho eu estava subindo n’uma árvore muito alta e que lá no alto, na copa da árvore, estava aquelas pedras preciosas.

 

Será que existe um tesouro maior que uma família unida?

 

Vamos nesse momento pedir a intercessão do Tio Terto, que peça a Deus a Graça de continuarmos todos unidos, formando essa família linda e levando ao mundo essa mensagem que tanto o mundo precisa, que é o DIÁLOGO EM FAMÍLIA e também que as famílias consigam ficar livres desse flagelo que se chama “DROGAS”.

 

Vamos agora iniciar a nossa ORAÇÃO DA FAMÍLIA.

 






obs:fotos tiradas do DVD


Terço realizado em São Paulo na casa da Tia Maria (Maria Franco Pereira esposa de Tertuliano Franco Pereira), no dia 27 de setembro de 2008. Filmado em DVD. Com a presença de mais de 50 pessoas.

(obs: nesse vídeo um pouco da caminhada dessa história, e no final, temos a noite de oração realizada em S.Paulo, no dia 27 de setembro 2008)

Abaixo nós transcrevemos, o que está sendo falado no DVD e os acontecimentos anteriores à essa noite de oração e de festa.

Esse terço foi elaborado pela inspiração do Espírito Santo e quem escreveu foi  nosso primo Adair, que está lá em Rio Preto agora e que por tantas dificuldades e lutas não conseguiu chegar até aqui(S.Paulo).  Nesse momento ele está em Rio Preto rezando também essa mesma oração juntamente com a sua família.

Esse Rosário chama O ROSÁRIO EM FAMÍLIA - O CAMINHO DA FELICIDADE E DA PAZ, o terço em família.

Hoje(27/9/2008) não é por coincidência e sim por que “Deus quis”, coisas de Deus, ele marcou p’ra vir e não conseguiu chegar até aqui o carro quebrou no meio do caminho e tiveram que voltar para São José do Rio Preto, guinchados por um caminhão, depois de ficarem das 21:00 hs até as 4:00 hs da manhã em um posto de gasolina, perto de Matão-SP. Se não tivesse marcado para hoje, não estaríamos aqui reunidos, depois de 11 anos da sua primeira carta.


Mandamos fazer um banner e não ficou pronto. Colocamos a foto do pai aqui (Tio Terto) não para tristeza e nem para ninguém chorar, estamos com a foto dele aqui, primeiro, para meditarmos sobre esse sonho do Adair que fala sobre a inspiração do Espírito Santo para que a gente medite esse terço e, em segundo, lendo: (Mateus 7 , 24-28) “todo aquele, pois, que ouve as minhas palavras e as põe em prática será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa: contudo não caiu porque estava fundada sobre a rocha”. (fotos dessa noite de oração extraídas do DVD)

 
 
 
O AMOR É MAIOR QUE TUDO
Rua Argentina 395 - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
Fone 17.3225.2731 - E-mail: adair@oamoremaiorquetudo.com.br
 
 
Design & Hosting: Maxmedia Internet